Campanha de apadrinhamento do restauro de Taças e Troféus do AeCP

Campanha de apadrinhamento do restauro de Taças e Troféus do AeCP

Honrando a história do Club e o seu papel pioneiro no campo da aeronáutica

 

Estimado Sócio,

Na sequência da campanha de angariação de donativos para a Sala de Memórias  – Núcleo Museológico do Aero Club de Portugal, que se está a desenvolver de modo a que possa ser inaugurado a 11 de Dezembro, dia em que se celebram 105 anos de existência desta vetusta associação, vimos por este meio enviar a todos os sócios uma listagem das taças e troféus da colecção do nosso Club , que a todos pertence e que carecem de restauro, tratamento ou conservação, no âmbito da recentemente lançada Campanha de Apadrinhamento do Restauro de Taças e Troféus.

Este é mais um dos meios encontrados pelo Aero Club de Portugal para apelar à massa associativa e a todos os amigos deste Club, com vista à obtenção de donativos que permitam dignificar o mais possível este projecto que não deixa de ser de âmbito nacional, permitindo, ao mesmo tempo, que os próprios sócios fiquem perpetuamente ligados a este desiderato com a colocação do seu nome em mural da Sala de Memórias expressamente reservado para esse efeito ou junto de peças da colecção para as quais os donativos concedidos se dirijam em especial, na modalidade de apadrinhamento do seu restauro/conservação.

São já doze as peças apadrinhadas, conforme melhor se encontram identificadas na listagem que se anexa.

Face a todo o exposto, relembramos que o Centro de Documentação, História e Património do AeCP está a finalizar uma candidatura para reconhecimento do projecto como de interesse cultural pela Secretaria de Estado da Cultura, de modo a que todas as entidades públicas e privadas, colectivas e singulares, que se queiram associar a este desiderato possam usufruir do Estatuto dos Benefícios Fiscais (Estatuto dos Benefícios Fiscais (Capítulo X), aprovado pelo Decreto-Lei nº 215/89, de 1 de Julho, na redacção dada pelo Decreto-Lei nº 108/2008, de 26 de Junho – artigos 61º a 66º, em especial os artigos 62.º e 63.º).

Para melhor facilitar uma decisão favorável por parte de cada um relativamente a este desiderato colectivo, recordamos que os benefícios fiscais legamente previstos para quem conceda donativos a entidades privadas, são:

1. Pessoas Colectivas (CIRC):

Aceitação como custos, até ao limite de 6/1000 do volume de vendas e/ou dos serviços prestados, dos donativos concedidos, majorados em 20%. Os donativos atribuídos ao abrigo de contratos plurianuais celebrados para fins específicos, beneficiam de uma majoração de 30%.

2. Pessoas Singulares (CIRS):

Dedução à colecta em valor correspondente a 25% dos donativos concedidos (majorados nos termos do regime aplicável às Pessoas Colectivas), até ao limite de 15% da colecta.

Certos de que, como Sócio(a) desta casa já centenária, não deixará de dar atenção a esta campanha de angariação de donativos para um fim que é importante para a nossa identidade nacional e em prol da Cultura e da Causa do Ar, pelas quais o AeCP pugna desde 1909, subscrevemo-nos,

Com os nossos melhores cumprimentos,

 

Centro de Documentação, História e Património

Aero Club de Portugal

 

Uma Colecção, Muitos Mecenas

Nota: Para mais informações contacte os serviços da sede através dos telefones 21 840 53 17 e 21 847 25 79 ou por e-mail para mail@aecp.pt

 

AeCP no Facebook

Timeline Photos

Abrace o Club, volte a voar connosco! Campanha de recuperação de sócios Sabia que se encontra a decorrer uma campanha de recuperação de..

7 likes, 0 comments2 days ago

Timeline Photos

Gostava de oferecer a alguém uma prenda especial e diferente? Dê a experimentar o programa PILOTO POR UM DIA! Para mais informação consulte..

6 likes, 0 comments2 days ago

Timeline Photos

Campanha de novos de sócios Encontra-se a decorrer uma campanha para novos sócios, especialmente direccionada para militares da FAP, trabalhadores..

7 likes, 0 comments2 days ago